NOSSOS CAFÉS

Seleção dos cafés:
Selecionamos os cafés das principais regiões produtoras brasileiras, de fazendas com certificações de processo e qualidade. O que isso significa? Acrescido de toda nossa expertise na excelência da torra, significa a garantia de qualidade de nossos produtos e por consequência, a garantia da qualidade dos cafés na xícara, que é o que realmente importa.
A qualidade na origem é fundamental
Torra dos cafés:
A DOP Cafés não adota uma escala única de intensidade, simplesmente mensurando se o café é mais forte ou mais fraco, conceito comumente utilizado pela indústria de cafés tradicionais. Esse conceito diz respeito à concentração de sólidos solúveis na bebida preparada, nada tendo a ver com o pó de café. Os anúncios de café forte ou extra-forte apenas confundem o consumidor, já que referem-se aos pontos de torra, mais clara ou mais escura.
O café é uma bebida complexa e tem vários atributos de aroma e sabor. A torra, na DOP Cafés, é feita artesanalmente, cada café tem uma curva de torra específica determinada pelo mestre torrador, com o objetivo de extrair os melhores atributos de cada tipo e região.
É na arte da torra que se define o aroma e o sabor do café, pois é a partir dela que são formados vários compostos químicos determinantes dessas características. Quanto mais clara a torra, mais se conserva a acidez e os sabores frutados. Quanto mais escuro o ponto da torra, mais caramelização acontece no processo, sabores como chocolate aparecem e a acidez se torna mais branda. Pontos de torra mais escuros trazem também o amargor, que fica cada vez mais intenso à medida que o café escurece.
A arte da torra define o aroma e sabor do café

Nosso mestre torrador, com a utilização de equipamentos de ponta, determina o ponto de torra que realça a s características desejadas dos cafés de cada região específica.

Regiões produtoras:
Na sequência, iremos falar sobre as principais regiões produtoras brasileiras e nas características principais dos cafés de cada uma delas.